quarta-feira, 22 de julho de 2009

Apresentação em Recife/PE


No dia 20 do decorrente mês o Grupo Imburana se apresentou no 29ºencontro de estudantes de pedagogia sobre a educação libertária(Educação e periferias:disciplinamento,controle e resistências)





terça-feira, 14 de julho de 2009

Visita do Mestre Zequinha (Ms. de Cavalo Marinho)

Ontem recebemos a visita do Mestre Zequinha, o qual ministrou uma oficina sobre Cavalo Marinho.


Mestre Zequinha



Participantes da Oficina



O mestre atuando

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Ensaios

Na proxima semana nos dias 13 (segunda-feira) e 15 (quarta-feira), estará acontecendo oficina de cavalo-marinho para os participantes do projeto de extensão universitária do GRUPO IMBURANA.
Segundo Thercles Silva*, atual bolsista do projeto "Grupo Imburana: A Promoção da Cidadania através da Dança Popular", o Cavalo Marinho é uma “brincadeira popular que reúne teatro, música, dança e poesia. O aprendizado da brincadeira é passado de geração para geração e se dá pelo convívio e familiaridade que se tem com a manifestação popular desde a infância.” (LEWINSOHN, 2008).
Se o observarmos a partir da cultura corporal veremos que,

“o corpo se move, a partir dos pressupostos biológicos e culturais. Cada pessoa tem determinados movimentos, gestos e modos de realizar as ações de acordo com a sua família, sociedade, região, época, genética e história pessoal. Uma mulher de uma tribo indígena Asurini do Xingu, por exemplo, terá uma Cultura Corporal extremamente diferente de uma mulher executiva da cidade de São Paulo. (Idem, Ibidem, p.02)

Na educação física a cultura corporal é posta em temas tais como, o jogo, o esporte, a dança e outros.

Encontramos alguns desses temas no cavalo marinho a partir do momento em que Oliveira (2008, p.78), afirma que

“[...] a festa do Cavalo Marinho, [...] aborda três elementos essenciais à existência humana: o jogo, a festa e o riso. [...] Estas três noções se complementam enquanto aspectos constitutivos: a liberdade e a regra, a evasão temporária da realidade, o caráter cômico e crítico, a concentração de esforços e afetos, a reinvenção da vida ordinária, a transgressão e o reforço da ordem, além de seus elementos próprios de espetacularidade.”

“Para gozar a vida é preciso jogar” (OLIVEIRA, 2003, p. 39). O Coletivo de Autores (1992, p.45), diz que “o jogo (brincar e jogar são sinônimos em diversas línguas) é uma invenção do homem, um ato em que sua intencionalidade e curiosidade resultam num processo criativo para modificar, imaginariamente, a realidade e o presente.”

Seja integrante do GRUPO IMBURANA, venha jogar conosco!

_________

*Thercles Silva é graduando do curso de Educação Física da UFPB, sendo esse texto parte do seu trabalho de conclusão de curso.



quinta-feira, 9 de julho de 2009

Apresentações - Julho




Essa semana nos apresentamos, na segunda-feira dia cinco no 19º EPENN


video


e na quarta-feira na XI Semana de Biologia da UFPB.

Nossa Apresentação

Cartaz do Evento

Grupo Imburana

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Ensaio

Nessa última quarta-feira, dia 01 de julho, ensaiamos o maculelê e repassamos o repertório para nossa próxima apresentação, a qual ocontecerá segunda-feira, dia 06 de julho as 16:30 no
19º EPENN - Encontro de Pesquisa Educacional do Norte e Nordeste - na ufpb.